Policial

Polícia Civil prende acusado de roubo em stande de construtora em Várzea Grande

Assessoria | PJC-MT

Reconhecido como um dos autores do roubo no stande de vendas de uma construtora, Mateus Arruda dos Santos, 19, foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (08.01), em ação dos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O roubo ocorreu no final da tarde de 13 de julho de 2018, no stande de vendas da construtora MRV, na Estrada da Guarita, em Várzea Grande. Na ocasião, o suspeito e um comparsa invadiram o local em posse de um revólver calibre 38 e anunciaram o assalto, rendendo funcionários que estavam no estabelecimento.

No roubo, foram subtraídos um aparelho Iphone X, avaliado em R$ 7 mil, uma mochila com vários pertences da vítima, entre outros objetos. Segundo a delegada, Elaine Fernandes da Silva, além da grave ameaça exercida com emprego de arma de fogo, Mateus foi extremamente violento e agrediu uma das vítimas com coronhadas na cabeça.

“Com a identificação do suspeito, foi representado pela prisão preventiva do acusado, a qual foi deferida pela Justiça e devidamente cumprida pela equipe de policiais da Derf-VG”, disse a delegada.

Leia Também:  Caminhonete furtada em Mato Grosso é recuperada pela PM em Rondônia

Mandado Cumprido

Em outra ação, os investigadores da Derf-VG também prenderam Márcio César de Araújo Silva, 21, conhecido como “Maxixe”. O acusado é contumaz na prática de roubos em Várzea Grande e estava com mandado de prisão em aberto pela atuação nos crimes.

 

Comentários Facebook

Destaque

Três criminosos morrem em confronto com a PM

Três suspeitos de terem cometido um assassinato no fim de semana em Sorriso, morreram em confronto com a polícia na manhã desta segunda-feira segunda-feira (15/08), no bairro Novo Horizonte 3.

A polícia informou que foram ao imóvel depois de uma denúncia e foi recebida a tiros.

Segundo consta no boletim de ocorrências, quando os policiais chegaram residência perceberam que os suspeitos estavam portando armas de fogo e que ao visualizarem a equipe policial apontaram as armas em direção dos policiais, então, diante da iminente e injusta agressão foram realizados disparos de arma de fogo em direção aos suspeitos até cessar a ação dos indivíduos, sendo desarmados.

Neste momento foi percebido que o suspeito Bruno Dutra portava uma arma de fogo do tipo pistola, Josiel Lima da Silva e Júlio Cesar Menezes da Cruz um revólver cada.

Posteriormente, foi acionado a equipe do corpo de bombeiros militar, que socorreram os suspeitos e encaminharam ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiram aos ferimentos

Leia Também:  Mulher quebra garrafa de pinga e é espancada pelo marido em MT

Os mortos são Júlio Cézar Menezes da Cruz, 20 anos, Bruno Dutra, 17, e Josiel Lima da Silva, de 16 anos.

Na casa, foram apreendidas três armas, 33 munições e porções de drogas, além das roupas que o trio usava quando cometeram o crime.

Uma quarta pessoa, também suspeita de participar do homicídio, está foragida.

MORTE NA TANGARÁ

O homicídio foi registrado na madrugada de sábado (13/08), em um conjunto de quitinetes, na região leste do município.

A vítima foi identificada como Israel Oliveira da Cruz, de 22 anos, e tinha três perfurações de arma de fogo.

Imagens capturadas por câmeras de segurança ajudaram a polícia a identificar os suspeitos.

A polícia investiga.

Fonte: G1/JKNotícias

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA