Policial

Polícia Civil prende em Nova Lacerda homem por abusar da filha e da sobrinha em Tangará da Serra

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Nova Lacerda (546 km a Oeste), com apoio de Comodoro (644 km a Oeste) cumpriu mandado de prisão em desfavor de G.S, 35 anos, acusado de estupro de vulnerável praticado contra duas adolescentes. Uma das menores, de 14 anos, é filha do acusado e a outra de 13 anos, sua sobrinha.

O fato foi registrado no dia 2 de janeiro de 2019, na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte), que logo tomou todas providências investigativas e representou pela prisão do suspeito.

Segundo a comunicante, mulher do acusado e mãe da menor de 14 anos, a descoberta ocorreu quando foi questionar a sobrinha de 13 anos sobre fotos que ela teria postado em seu perfil nas redes sociais. Ao ser pressionada, a garota que tem 13 anos contou que sofria abuso desde os 9 anos, que era seu tio, G.S.

Ao contar sobre a situação a filha adolescente, a garota também revelou ter sido abusada pelo pai, desde os 9 anos. A menor disse que tomou coragem em contar a mãe após ouvir a revelação da prima.

Leia Também:  Grávida é agredida pelo ex por começar namoro

Logo que foi denunciado, o suspeito fugiu de Tangará da Serra, mas uma denúncia chegou à Polícia Civil  informando que ele estaria na zona rural de Nova Lacerda. A a equipe de investigadores, acompanhada do Gilson Silveira do Carmo, foi até Gleba Santa Amélia e prendeu o suspeito, notificando-o sobre a ordem de prisão.

O suspeito deverá ser transferido para Tangará da Serra.

Comentários Facebook

Destaque

Três criminosos morrem em confronto com a PM

Três suspeitos de terem cometido um assassinato no fim de semana em Sorriso, morreram em confronto com a polícia na manhã desta segunda-feira segunda-feira (15/08), no bairro Novo Horizonte 3.

A polícia informou que foram ao imóvel depois de uma denúncia e foi recebida a tiros.

Segundo consta no boletim de ocorrências, quando os policiais chegaram residência perceberam que os suspeitos estavam portando armas de fogo e que ao visualizarem a equipe policial apontaram as armas em direção dos policiais, então, diante da iminente e injusta agressão foram realizados disparos de arma de fogo em direção aos suspeitos até cessar a ação dos indivíduos, sendo desarmados.

Neste momento foi percebido que o suspeito Bruno Dutra portava uma arma de fogo do tipo pistola, Josiel Lima da Silva e Júlio Cesar Menezes da Cruz um revólver cada.

Posteriormente, foi acionado a equipe do corpo de bombeiros militar, que socorreram os suspeitos e encaminharam ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiram aos ferimentos

Leia Também:  Mulher é resgatada após ser estuprada, agredida e sofrer maus-tratos

Os mortos são Júlio Cézar Menezes da Cruz, 20 anos, Bruno Dutra, 17, e Josiel Lima da Silva, de 16 anos.

Na casa, foram apreendidas três armas, 33 munições e porções de drogas, além das roupas que o trio usava quando cometeram o crime.

Uma quarta pessoa, também suspeita de participar do homicídio, está foragida.

MORTE NA TANGARÁ

O homicídio foi registrado na madrugada de sábado (13/08), em um conjunto de quitinetes, na região leste do município.

A vítima foi identificada como Israel Oliveira da Cruz, de 22 anos, e tinha três perfurações de arma de fogo.

Imagens capturadas por câmeras de segurança ajudaram a polícia a identificar os suspeitos.

A polícia investiga.

Fonte: G1/JKNotícias

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA