Policial

Polícia Civil prende integrantes de quadrilha de furto de gado em Barra do Garças

Assessoria | PJC-MT

Duas pessoas acusadas de integrar uma quadrilha de furto de gado foram presas em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, no domingo (06.01), em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) com apoio do Núcleo de Inteligência de Barra do Garças (502 km a leste) A ação resultou na prisão de duas vacas abatidas, uma arma de fogo e munições.

Os suspeitos, Diego Borges França, 27, conhecido como “Bode” e Jéssica Sousa Aguiar Winck, 27, são acusados de transportar gado abatido em um veículo Ford Fiesta. Gilson Vicente Silva, 23, também foi identificado como integrante da quadrilha e conseguiu fugir da ação policial.

As investigações desenvolvidas pela Derf Barra do Garças com apoio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional tinham o objetivo de apurar o furto de gado abatido em pasto aberto, dentro de propriedades rurais. A equipe de investigadores da Derf já monitorava a quadrilha e tiveram a informação de que os integrantes agiriam na noite de domingo (06), em uma propriedade rural da região.

Leia Também:  Caminhonete furtada em Mato Grosso é recuperada pela PM em Rondônia

Diante da informação, as equipes se posicionaram nas entradas da cidade para tentar monitorar a passagem do grupo criminoso, momento em que avistaram um veículo Ford Fiesta, passando pela Ponte do Rio Garças, aparentando estar carregado. Durante a tentativa de abordagem, os policiais deram sinais sonoros e verbais para que os suspeitos parassem, porém eles empreenderam fuga pelas ruas da cidade, entrando no mato com o automóvel, para fugir da prisão.

Os policiais identificaram os suspeitos e conseguiram realizar a prisão de Diego, quando ele já estava em sua residência. O segundo suspeito que estava no veículo, Identificado Gilson, conseguiu fugir pulando muros de residências. Na sequência, os policiais realizaram a prisão de Jéssica, namorada de Gilson e proprietária do veículo, utilizado para transporte do gado.

Jéssica também atuou como “olheira” da quadrilha, indo até as pontes da cidade para verificar possíveis barreiras policiais. No interior do veículo, foram apreendidas duas vacas abatidas e ação resultou ainda na apreensão de uma espingarda calibre 22, com silenciador no cano, 10 munições do mesmo calibre intactas, machados e facas.

Leia Também:  Supostos organizadores do Dia do Fogo são alvos de operação em Colniza

Segundo o delegado titular da Derf, Wilyney Santana Borges Leal, no último ano, o grupo criminoso foi responsável pela grande maioria dos crimes de furto de gado através de abate individual nas propriedades rurai. “Eles efetuam disparos de arma de fogo no animal e depois retiram apenas a cabeça e a buchada, cortando o animal em 4 partes para agilizar o crime, carregando no interior de em veículos de pequeno porte”, explicou o deletado.

A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças com apoio do Núcleo de Inteligência, Delegacia Regional, Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra), e Polícia Militar.

 

Comentários Facebook

Destaque

Três criminosos morrem em confronto com a PM

Três suspeitos de terem cometido um assassinato no fim de semana em Sorriso, morreram em confronto com a polícia na manhã desta segunda-feira segunda-feira (15/08), no bairro Novo Horizonte 3.

A polícia informou que foram ao imóvel depois de uma denúncia e foi recebida a tiros.

Segundo consta no boletim de ocorrências, quando os policiais chegaram residência perceberam que os suspeitos estavam portando armas de fogo e que ao visualizarem a equipe policial apontaram as armas em direção dos policiais, então, diante da iminente e injusta agressão foram realizados disparos de arma de fogo em direção aos suspeitos até cessar a ação dos indivíduos, sendo desarmados.

Neste momento foi percebido que o suspeito Bruno Dutra portava uma arma de fogo do tipo pistola, Josiel Lima da Silva e Júlio Cesar Menezes da Cruz um revólver cada.

Posteriormente, foi acionado a equipe do corpo de bombeiros militar, que socorreram os suspeitos e encaminharam ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiram aos ferimentos

Leia Também:  Supostos organizadores do Dia do Fogo são alvos de operação em Colniza

Os mortos são Júlio Cézar Menezes da Cruz, 20 anos, Bruno Dutra, 17, e Josiel Lima da Silva, de 16 anos.

Na casa, foram apreendidas três armas, 33 munições e porções de drogas, além das roupas que o trio usava quando cometeram o crime.

Uma quarta pessoa, também suspeita de participar do homicídio, está foragida.

MORTE NA TANGARÁ

O homicídio foi registrado na madrugada de sábado (13/08), em um conjunto de quitinetes, na região leste do município.

A vítima foi identificada como Israel Oliveira da Cruz, de 22 anos, e tinha três perfurações de arma de fogo.

Imagens capturadas por câmeras de segurança ajudaram a polícia a identificar os suspeitos.

A polícia investiga.

Fonte: G1/JKNotícias

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA