Destaque

Polícia Civil prende suspeito envolvido em golpe do intermediador de vendas

A Polícia Civil, através da Delegacia de Campo Novo do Parecis, prendeu em flagrante, na quinta-feira (08.10), um homem envolvido no golpe do intermediador de vendas de veículos. O suspeito, de 47 anos, foi identificado após emprestar a conta bancária para recebimento dos valores do golpe.

A vítima é de Cuiabá e após visualizar o anúncio fraudulento (clonado pelos criminosos) em um site de compra e venda pela internet, foi até Campo Verde para comprar o veículo. Após a negociação dos valores, a vítima faz dois depósitos, que somados totalizaram o valor aproximado de R$ 9 mil, para a conta do estelionatário.

Após descobrir que se tratava de um golpe, a vítima procurou registrou o boletim de ocorrência na Polícia Civil, que conseguiu identificar que o titular da conta bancária era morador de Campo Novo do Parecis.

Com base nas informações, os policiais iniciaram as buscas pelo suspeito que foi localizado em uma residência, no bairro Jardim Alvorada, onde foi realizada a prisão em flagrante. A conta bancária foi bloqueada administrativamente, porém o suspeito já havia realizado o saque de aproximadamente R$ 3 mil em dinheiro.

Leia Também:  Sema-MT abre inscrições para seletivo com salários de até R$ 10 mil

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Campo Novo do Parecis, onde após ser interrogado pelo delegado Honório Gonçalves dos Anjos Neto, foi autuado em flagrante por estelionato, sendo posteriormente colocado à disposição da Justiça.

“O procedimento foi encaminhado para a Delegacia de Estelionato e outras fraudes, de Cuiabá, uma vez que houve uma mudança na lei, e a competência para investigação fica no domicílio da vítima”, explicou o delegado.

Comentários Facebook

Brasil

Decreto cria verbas para pagar Auxílio Brasil de R$ 400 em dezembro

A edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (7) trouxe o texto da medida provisória (MP) 1.076 de 2021, que antecipa o pagamento do novo valor do Auxílio Brasil – programa social de distribuição de renda que substitui o antigo Bolsa Família.

O instrumento cria um benefício extraordinário que complementa as parcelas já previstas do Auxílio Brasil para o valor de R$ 400 divulgado pelo governo. A manobra ocorre devido à necessidade de promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que deverá ser fatiada e que possibilitará a alocação de recursos para o pagamento integral do Auxílio Brasil.

Segundo o calendário de pagamentos já divulgado pela Caixa, os créditos relativos à parcela de dezembro do Auxílio Brasil serão recebidos a partir da próxima sexta-feira (10).

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a PEC dos Precatórios e afirmou que o instrumento não é “calote”, mas uma forma viável de realocar dívidas em prol de uma revisão justa de benefícios sociais.

Leia Também:  Sema-MT abre inscrições para seletivo com salários de até R$ 10 mil

“[A PEC dos Precatórios] não é um calote, muito pelo contrário. É uma renegociação, um alongamento de dívida para quem tinha mais de R$ 600 mil para receber do governo. É isso que nos permite um saldo, um espaço, para potencializar com justiça o programa”, disse o presidente durante a cerimônia de assinatura da concessão de frequências do 5G no Palácio do Planalto.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA