Destaque

Prefeitura disponibiliza mais 5 leitos semi-intensivos na UPA para atendimento de pacientes graves com covid-19

A Prefeitura de Rondonópolis disponibilizou mais 5 leitos de terapia semi-intensiva na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atender pacientes com covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde explica que o aumento de leitos foi necessário para atender o crescimento na quantidade de pacientes graves de covid-19 na cidade. Com a disponibilização de mais 5 leitos, a UPA passa a contar com 15 leitos semi-intensivos covid-19.

Os leitos semi-intensivos da UPA são equipados com ventiladores pulmonares, monitores e demais equipamentos necessários para o tratamento de pacientes graves que necessitam de atenção médica intensiva, inclusive de intubação. A unidade conta também com equipamento para realização de hemodiálise.

O secretário Municipal de Saúde, Rodrigo Ferreira, explica que a Pasta fez uma reorganização para destinar mais 5 leitos semi-intensivos para atender pacientes com covid-19. “Diante do aumento da ocupação de leitos de UTIs na Santa Casa e no Hospital Regional, ampliamos as vagas na UPA para prestar a assistência necessária para pacientes graves de Rondonópolis”.

A coordenadora da UPA, Cláudia Regina Wandeveld, afirma que embora a UPA não conte com leitos de UTI, o paciente tem todo o suporte necessário para a sobrevida em um leito semi-intensivo. “O paciente pode ser intubado na UPA, pois terá suporte técnico e profissional necessário para garantir o tratamento adequado e a sobrevida” destaca.

Leia Também:  Governo assina contrato para início da construção da 1° Ferrovia Estadual de MT na segunda-feira (20)

Além de tecnicamente equipado para o tratamento de pacientes graves, o semi-intensivo da UPA conta ainda com equipe médica capacitada em atendimento intensivo (UTI).

Fonte: Danielly Tonin | Foto: Kawê Pires – GCOM

Comentários Facebook

Destaque

Oito pessoas são presas durante Operação Integrada de Lei Seca

Oito pessoas foram presas na 46ª edição da Operação Integrada de Lei Seca em Cuiabá. As abordagens iniciaram por volta 23h30 de sexta-feira (17) na Avenida Getúlio Vargas e 100 veículos foram fiscalizados e aplicados 109 testes de alcoolemia.

Foram aplicados 11 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), uma pelo motorista entregar o veículo a uma pessoa sem carteira nacional de habilitação, violando o artigo 310 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB) e outras 10 por dirigirem sem habilitação.

Ao todo, foram aplicados 65 Autos de Infração de Trânsito, 21 por dirigirem sob efeito do álcool, 11 pela recusa do teste de alcoolemia, os 10 sem CNH, 15 por dirigirem veículo sem registro ou não licenciado e 8 por outros motivos.

Foram 44 veículos removidos, sendo 39 carros e 5 motocicletas. Vinte e quatro CNH foram recolhidas e um documento do veículo.

Em Cuiabá, a operação Lei Seca foi realizada pelo Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp), Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), Detran, Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e a policiais penais do Serviço de Operações Especiais Penitenciárias (SOE).

Leia Também:  Governo assina contrato para início da construção da 1° Ferrovia Estadual de MT na segunda-feira (20)

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA