Destaque

Prefeitura e Sesc levam atendimento odontológico para mais de 400 pessoas

Fonte: Danielly Tonin – GCOM Prefeitura de Rondonópolis
None

Foto: Wheverton Barros

Um convênio entre a Prefeitura de Rondonópolis e o Sesc por meio da carreta da odontologia vai permitir o atendimento de 400 pessoas, entre adultos e crianças, classificadas pelo Cras como em situação de extrema pobreza no bairro Alfredo de Castro por 90 dias. Os serviços já foram disponibilizados e estão em andamento.

O coordenador da Odontologia do Município, Fabrício Amâncio de Carvalho, explica que a carreta odontológica conta com quatro consultórios, com dois dentistas disponibilizados pelo município e outros dois pelo Sesc.

Nos 90 dias do convênio, na carreta serão feitos os atendimentos básicos em odontologia, como limpezas, restaurações, tratamentos de gengiva e extrações. Os pacientes que necessitarem de atendimentos secundários, como cirurgias, extração de ciso, próteses dentárias e crianças de zero a cinco anos que precisarem de atendimento especializado, serão encaminhados para as consultas nos centros odontológicos do município, localizados em algumas unidades básicas de saúde.

A definição dos serviços a serem ofertados, segundo o coordenador da odontologia, foi feita com apoio da própria comunidade que ajudou a organizar as prioridades da região com relação aos atendimentos odontológicos que serão ofertados.

Leia Também:  Prefeito de Pedra Preta morre aos ao 74 anos de idade

Comentários Facebook

Brasil

Consumidores apresentam quase 1 milhão de reclamações na Anatel

Relatório divulgado esta semana pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra que durante o primeiro semestre de 2022, foram registradas um total de 951,3 mil reclamações contra prestadoras de serviços de banda larga fixa, TV por assinatura e telefonias móvel e fixa.

De acordo com a Anatel, o número de queixas apresentadas junto ao serviço de atendimento ao consumidor representa um volume 6,5% menor do que o registrado no segundo semestre de 2021. Segundo a agência, o Índice de Reclamações (IR), que é calculado a partir do número de reclamações mensais das prestadoras por mil acessos caiu de 0,55 para 0,51 entre o segundo semestre de 2021 em relação ao primeiro semestre de 2022.

“O resultado do primeiro semestre desse ano retoma a tendência de queda nas reclamações desde o recorde de 4 milhões de queixas registradas em 2015. A redução foi interrompida nos dois primeiros anos da pandemia de covid-19”, informou a agência.

O serviço que registrou maior número de reclamações foi referente ao celular pós-pago, com 360.068 queixas e com IR de 0,59. Em segundo lugar está o serviço de banda larga fixa, com 240.098 reclamações e IR em 0,81.

Leia Também:  Homem morre em colisão entre carro e motocicleta na BR-364

O serviço de celular pré-pago foi o terceiro maior alvo de reclamações, com 143.739 queixas e um IR de 0,20; seguido do serviço de telefonia fixa (135.271 reclamações e IR em 0,85) e da TV por assinatura (65.887 reclamações e IR em 0,72).

As reclamações contra as prestadoras desses serviços podem ser feitas de forma online, no site da Anatel, onde há uma área específica para isso, com um passo a passo que ajuda o consumidor a fazer a reclamação. Para acessá-lo, clique aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA