Destaque

Reeducandos reformam berços, confeccionam cortinas e uniformes para alunos da rede pública em MT

Fonte: ASCOM – Prefeitura de Alto Araguaia

Reeducandos da unidade prisional do município de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá) realizam a reforma de berços para a Escola Municipal Creche Maria Ferreira Ribeiro. Os custodiados também prestaram serviços com confecção de cortinas e uniformes. O projeto é realizado por meio de parceria entre a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Conselho da Comunidade, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh/MT), Poder Judiciário e Ministério Público.

A presidente do Conselho da Comunidade de Execução Penal da Comarca de Alto Araguaia explica que houve uma procura para desenvolver a parceria. “Nós abraçamos, pois, é uma causa de suma importância para os reeducandos e para o município, onde este entrou com os materiais e a unidade prisional com a mão de obra. É importante que os órgãos tenham um olhar a mais para os reeducandos afim de ressocializar”, pontua Isabel Christina da Silva Teixeira.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, foram confeccionadas 20 peças de cortinas que irão atender o órgão e reforma com pintura e estrutura de 10 berços. A parceria resultou também na segunda etapa de confecção de 700 jogos de camisetas e bermudas para rede municipal, onde atenderão novos alunos para o ano letivo de 2019.

Leia Também:  É o Bicho MT realiza feira de adoção de animais neste sábado (13)

Para o diretor da unidade prisional, Djalma Alves de Souza Júnior, o trabalho eleva a capacidade técnica dos reeducandos. “É também a partir da mão de obra que o preso pode contribuir para a comunidade local e beneficiar a sociedade”, comenta. Além do corte costura, são desenvolvidas aulas de música, informática, alfabetização e de incentivo à leitura. “São diversos projetos visando a ressocialização. Mais recente iniciamos o projeto de marcenaria que contemplou as reformas dos berços. Nas atividades ofertadas, eles encontram uma oportunidade de remição da pena.”, finaliza.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  PRF apreende 30 quilos de drogas na BR 364 em Rondonópolis

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA