Sem categoria

Reestruturação reduz quadro funcional da Câmara de Cuiabá

A fim de promover uma gestão mais ágil e descentralizada à frente da Câmara de Cuiabá, o vereador Misael Galvão (PSB), presidente do Parlamento Estadual, realizou a reestruturação de todo quadro funcional da Casa de Leis.
A medida resultou na criação de uma secretaria e de cargos estratégicos. O objetivo é atender a toda demanda do Legislativo, sem que o trabalho fique centralizado apenas na presidência.
A criação de cargos, entretanto, não resultou no aumento no número de comissionados. Por conta da reestruturação, registrou-se, inclusive, uma redução no quadro geral de servidores comissionados da Casa de Leis, passando de 614 em 2015, 413 em 2017, 459 na gestão passada, para 381 na atual administração.
O fato também não irá refletir na folha salarial. Isto porque, não haverá aumento com gastos de pessoal. A reestruturação ainda irá garantir uma folga no que tange ao cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), tendo em vista que a Casa de Leis estava no limite estipulado pela lei.
“A nossa intenção é dar mais agilidade e transparência aos trabalhos desenvolvidos pela Câmara de Cuiabá. Para isso, criamos alguns cargos estratégicos que não existam, mas isso não implica no aumento dos gatos da Câmara, muito pelo contrário, conseguimos reduzir os números de cargos comissionados e manter a folha estável”, explicou o presidente.
Desta forma, a Câmara de Cuiabá conta atualmente com oito secretarias, levando em consideração a Secretaria Geral, que foi criada no final do ano passado por meio da aprovação do projeto de lei que garantiu toda a reestruturação do Parlamento Estadual.
A Secretaria Geral está sob a responsabilidade de Jairo Pereira Rocha. Além dela, a Casa de Leis ainda conta com a Secretaria de Apoio Legislativo, que está sob o comando Ernildez Dias da Luz a de Patrimônio de Manutenção, que tem como secretário Marcelo Gomes de Oliveira Transparência de Controle interna, administrada por Jonatas Jovino Pulqueiro Comunicação, a qual o jornalista Leonardo Arruda esta a frente dos trabalhos Gestão de Pessoa, comandada por Bárbara Helena de Noronha Gestão Orçamentária e Financeira, que está sob os cuidados de Vera Gomes da Silva e ainda Procuradoria Geral, que tem o advogado Rodrigo Ciryneu como responsável.
Kamila Arruda&nbsp
Câmara Municipal de Cuiabá&nbsp

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook

Sem categoria

Inscrições para o Enem 2022 começam na terça-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam nesta terça-feira (10) e podem ser realizadas até o dia 21 de maio. Pela primeira vez, os interessados em participar do exame poderão efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de PIX e cartão de crédito.

O resultado dos recursos para isenção da taxa de inscrição já está disponível na Página do Participante. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ressalta que a aprovação dos pedidos não garante a inscrição no exame.

A taxa de inscrição para o Enem 2022, versões digital ou impressa, foi mantida no valor de R$ 85. O período para efetuar o pagamento se encerra em 27 de maio. A participação no exame apenas será garantida apenas após a confirmação do pagamento da taxa.

O pagamento da taxa de inscrição também poderá ser feito por meio do tradicional boleto, que deve ser gerado na Página do Participante e pago em qualquer banco, casa lotérica, aplicativos bancários ou agência dos Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos por esses correspondentes bancários e respeitando os horários de compensação.

Já os interessados em fazer o Enem 2022 que obtiveram a isenção da taxa devem realizar a inscrição na Página do Participante, mas não precisam efetuar o pagamento para confirmar a participação.

Provas

As provas serão realizadas nos dias 13 e 20 de novembro. A aplicação dos testes impressos seguirá o horário de Brasília. A abertura dos portões será às 12h, e o fechamento às 13h. O início das provas será às 13h30. No primeiro dia de Enem, o término das provas será às 19h. No segundo dia de testes, às 18h30.

O exame será constituído de quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.

No primeiro dia do exame, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e redação (língua Portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação); e de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia).

A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

No segundo dia do exame, serão aplicadas as provas de ciências da natureza (química, física e biologia) e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas de duração, contadas a partir da autorização do chefe de sala para o início das provas.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no Portal do Inep, até o terceiro dia útil após o último dia de aplicação.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA