Mato Grosso

Saúde cria força-tarefa para normalizar atendimentos do Hospital Regional de Sinop

Representantes dos Hospitais Regionais de Colíder, Sorriso e Alta Floresta se reuniram com os servidores do Hospital Regional de Sinop nesta terça-feira (22.01). O encontro, realizado no hospital, teve como objetivo fortalecer a intervenção recentemente anunciada para a unidade.

“Estamos realizando uma espécie de força-tarefa para restabelecer os atendimentos médicos do HRSinop e reorganizar os fluxos de trabalho interno. Esse trabalho visa a conclusão do relatório final da transição”, explicou o interventor do Hospital Regional de Sinop e servidor efetivo, Jean Carlos Alencar da Silva.

Na ocasião, foram pontuadas questões de extrema importância para a gestão hospitalar, como a contratação de Termos de Referência (TR) para serviços, captação de novos fornecedores, capacitação de colaboradores, captação de serviços de enfermagem e demais atividades operacionais e assistenciais.

“Estamos cumprindo uma agenda que foi solicitada pela Secretaria de Estado de Saúde e trabalhando em conjunto para retomar, o mais rápido possível, todos os serviços que o hospital tem condições de oferecer”, reiterou o diretor regional de Colíder, Elisandro de Sousa.

Leia Também:  Jovem de 16 anos tenta atravessar rio e morre afogado

Intervenção

Anunciada na última quinta-feira (17.01), a intervenção no Hospital Regional de Sinop vigorará até o dia 31 de janeiro. A medida governamental de retomada da gestão da unidade hospitalar foi baseada em critérios técnicos de avaliação do contrato com a OSS que, de acordo com o Relatório Trimestral de Acompanhamento do Contrato de Gestão, apontaram uma série de atividades e inatividades indevidas.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Sine MT oferta 2,9 mil vagas de emprego em 27 municípios

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA