Policial

Sindicatos de Polícia Civil se reúnem com secretário de segurança

Matheus Mendes | Sesp-MT

Diretores dos Sindicatos de Escrivães, Investigadores e Delegados de Polícia Civil (PJC) se reuniram na manhã desta quinta-feira (10.01) com o secretário de estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, para discutir assuntos de interesse da categoria.

O pagamento do salário dos servidores, questões estruturais das delegacias, condições de trabalho dos policiais e o efetivo pautaram o encontro. Bustamante pediu voto de confiança dos servidores ao governador Mauro Mendes, que já deu prazo para o pagamento dos salários e a opção pelo parcelamento era inevitável.

“Esse primeiro ano será mais difícil, mas o governo vai promover cortes nas despesas e buscar pagar os salários dentro do mês e este é um compromisso do governador. Acredito que em seis meses, após essas mudanças, o fluxo de caixa estará melhor”, disse o secretário de Segurança Pública.

Segundo o presidente do Sindicato dos Escrivães de Polícia (Sindepojuc), Davi Padilha Nogueira, as propostas por parte do secretário são consideradas boas para a PJC. “Tivemos uma ótima impressão das ideias do novo secretário. Acreditamos será ótimo trabalho a ser desenvolvido. Ele se comprometeu a dar seguimento a alguns trabalhos que já existiam como por exemplo a aposentadoria das mulheres, a etapa alimentação e o sobreaviso, além de outros”, explicou.

Leia Também:  Supostos organizadores do Dia do Fogo são alvos de operação em Colniza

Para o presidente do Sindicato dos Delegados (Sindepo), Wagner Bassi Junior, as propostas tranquilizam os servidores. “Nós ouvimos todas as posições do secretário e vamos levá-las para a categoria no sentido de tranquilizá-la e demonstrar a vontade do governo em resolver os problemas”, disse.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia (Sinpol), Edleusa Mesquita, a comunicação com o titular da pasta é essencial. “Esse diálogo com o secretário é fundamental para que a gente possa construir junto a resolução dos problemas da segurança pública. Todas as demandas que nós apresentamos aqui, ele recebeu de portas abertas”, destacou.

 

 

Comentários Facebook

Destaque

Três criminosos morrem em confronto com a PM

Três suspeitos de terem cometido um assassinato no fim de semana em Sorriso, morreram em confronto com a polícia na manhã desta segunda-feira segunda-feira (15/08), no bairro Novo Horizonte 3.

A polícia informou que foram ao imóvel depois de uma denúncia e foi recebida a tiros.

Segundo consta no boletim de ocorrências, quando os policiais chegaram residência perceberam que os suspeitos estavam portando armas de fogo e que ao visualizarem a equipe policial apontaram as armas em direção dos policiais, então, diante da iminente e injusta agressão foram realizados disparos de arma de fogo em direção aos suspeitos até cessar a ação dos indivíduos, sendo desarmados.

Neste momento foi percebido que o suspeito Bruno Dutra portava uma arma de fogo do tipo pistola, Josiel Lima da Silva e Júlio Cesar Menezes da Cruz um revólver cada.

Posteriormente, foi acionado a equipe do corpo de bombeiros militar, que socorreram os suspeitos e encaminharam ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiram aos ferimentos

Leia Também:  Caminhonete furtada em Mato Grosso é recuperada pela PM em Rondônia

Os mortos são Júlio Cézar Menezes da Cruz, 20 anos, Bruno Dutra, 17, e Josiel Lima da Silva, de 16 anos.

Na casa, foram apreendidas três armas, 33 munições e porções de drogas, além das roupas que o trio usava quando cometeram o crime.

Uma quarta pessoa, também suspeita de participar do homicídio, está foragida.

MORTE NA TANGARÁ

O homicídio foi registrado na madrugada de sábado (13/08), em um conjunto de quitinetes, na região leste do município.

A vítima foi identificada como Israel Oliveira da Cruz, de 22 anos, e tinha três perfurações de arma de fogo.

Imagens capturadas por câmeras de segurança ajudaram a polícia a identificar os suspeitos.

A polícia investiga.

Fonte: G1/JKNotícias

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA