Destaque

Trabalhador morre soterrado em silo de grãos em MT

Um homem identificado como Adeilson de Oliveira, 22 anos, morreu soterrado por grãos de soja enquanto trabalhava dentro de um silo em um armazém na BR-163, em Sinop (477 km de Cuiabá). O caso foi registrado no fim da tarde dessa segunda-feira (27).

Segundo informações da Polícia Civil, a vítima estava na parte interna do silo, trabalhando na liberação dos grãos que ficam presos nas bordas do depósito. O homem usava os equipamentos de proteção individual e estava amarrado por uma corda de segurança, mas no momento em que outros trabalhadores tentaram puxá-lo, ela arrebentou.

Num primeiro momento, um parceiro de trabalho ainda conseguiu cavar a soja ao redor da sua cabeça e conversar com a vítima, mas uma outra parede de grãos caiu sobre ele, soterrando-o completamente.

Para retirar o corpo da vítima de dentro do silo, foi necessário tirar parte da soja armazenada, possibilitando que os homens do Corpo de Bombeiros subissem os dezoitos metros da escada metálica do celeiro.

Leia Também:  Ministro diz que desemprego cairá para 8% antes do fim do ano

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Civil devem apurar as causas do acidente.

Fonte: Aparecido Carmo – Repórter MT

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Ministro diz que desemprego cairá para 8% antes do fim do ano

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA