Destaque

Unemat oferta 14 processos seletivos para professores

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) está com 14 processos seletivos abertos para contratação de professores. São 63 vagas mais cadastro de reserva distribuídos nos câmpus de Barra do Bugres, Cáceres, Colíder, Diamantino, Juara, Nova Mutum, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda e Sinop. Os salários estão divididos em três classes: graduados (R$2.703,88), mestres (R$ 5.029,17) e doutores (R$ 6.218,89) e as inscrições são gratuitas.

As inscrições para o Processos Seletivos Simplificados de Professor são realizadas exclusivamente de forma online. Os editais estão disponíveis no Portal da Unemat.

Em Diamantino, o período de inscrição termina em 25 de janeiro junto a Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (Facisa) do câmpus Francisco Ferreira Mendes. Consulte o edital 046/2018. Em 1º de fevereiro as inscrições terminam para a Faculdade de Ciências Agrárias, Biológicas e Sociais Aplicadas (Fabis), em Nova Xavantina. Veja o edital 049/2018.

Os demais editais findam o período de inscrição no dia 5 de fevereiro. O câmpus de Diamantino ainda oferece vagas e cadastro de reserva para a Faculdade de Ciências da Saúde (Facis). Confira o edital 042/2018. Em Sinop as Faculdades: de Ciências Exatas e Tecnológicas (Facete), de Educação e Linguagem (Fael) e de Ciências Sociais e Aplicadas (Facisa) também ofertam processos seletivos. Veja respectivamente os editais 045/2018, 050/2018 e 051/2018.

Leia Também:  Mãe chega em casa e encontra homem nu deitado ao lado da filha; suspeito foi detido por tentativa de estupro

Em Cáceres, as Faculdades: de Ciências Agrárias e Biológicas (Facab) e de Ciências Exatas e Tecnologias (Facet) disponibilizam cadastro de reserva por meio dos editais 041/2018 e 044/2018. Em Barra do Bugres, os interessados concorrem às Faculdades: de Ciências Exatas e Tecnológicas (Facet) e de Arquitetura e Engenharia (FAE) do câmpus Renê Barbour pelos editais 040/2018 e 043/2018.

Ainda é possível se inscrever para as Faculdades: de Ciências Sociais Aplicadas e Agrárias (Facisaa) do câmpus de Nova Mutum, de Ciências Agrárias e Humanas (Facah) do câmpus de Pontes e Lacerda, de Ciências Exatas e Tecnológicas do câmpus de Colíder e de Educação e Ciências Sociais Aplicadas (Faecs) do câmpus de Juara. Confira respectivamente os editais 047/2018, 038/2018, 048/2018 e 052/2018.

Comentários Facebook

Agricultura

Mulheres líderes do agro realizam visita técnica à Brasília

Lideranças femininas do setor agropecuário de Mato Grosso embarcaram hoje (10.08) para uma visita técnica em Brasília. Ao longo dos próximos dias, um grupo com 40 mulheres visitará a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA), a sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Instituto Pensar Agro (IPA), entre outras instituições na capital federal.

As atividades fazem parte da programação da Academia de Liderança – Mulheres Líderes do Agro, a primeira organizada pelo Senar-MT exclusivamente ao público feminino. Ao todo, serão três encontros, de julho a setembro. Nesta segunda etapa, que ocorre em Brasília, as mulheres conhecerão mais sobre a atuação das instituições visitadas, seus representantes e a estrutura dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

A Academia de Liderança reúne produtoras rurais, lideranças sindicais e mulheres que trabalham no setor agropecuário. O objetivo é formar líderes que possam atuar nas mais diversas esferas que envolvem a agropecuária no estado e impulsionar ainda mais o seu desenvolvimento.

No primeiro módulo, que ocorreu em Cuiabá, as participantes aprenderam mais sobre atuação política no agro e autoconhecimento e propósito. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer as áreas de atuação de cada uma das instituições do Sistema Famato: o Senar-MT, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Instituto Agrihub, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e os Sindicatos Rurais.

Leia Também:  Ministro diz que desemprego cairá para 8% antes do fim do ano

Essa é a primeira visita técnica da Academia de Liderança, após o início da pandemia de Covid-19. “Esse momento foi muito aguardado, a pandemia adiou o nosso projeto, mas finalmente conseguimos realizá-lo e estamos muito felizes em poder reunir e fortalecer as mulheres do nosso setor”, afirmou o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia.

Comentários Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA